Emagrecer sem flacidez é possível?
Emagrecer sem flacidez é possível

Perder peso é o objetivo de muitas pessoas, que ficam extremamente felizes quando esse objetivo é alcançado. O problema é que mesmo após o emagrecimento, ainda há o risco da pele flácida. Com isso, fica a pergunta: é possível emagrecer sem flacidez?

E a resposta é sim. Para isso acontecer, você deve realizar um emagrecimento saudável, onde a perda de peso é gradual. Ao perder apenas 1 quilo por semana, você reduz o peso sem herdar a flacidez na barriga.

Se você quer saber como é um emagrecimento saudável, prossiga com a leitura do artigo e confira algumas dicas!

Emagrecer sem flacidez: como evitar a pele flácida no processo de emagrecimento?

“A flacidez na pele é um processo natural após o emagrecimento. Porém, ao realizá-lo de forma saudável, esse processo pode ser contido.”

A flacidez da pele é uma condição caracterizada pela baixa presença das fibras de sustentação da pele, como o colágeno e a elastina. Também surge pela falta de ácido hialurônico, substância responsável pela hidratação e pelo preenchimento da cútis.

Ela costuma ocorrer a partir dos 25 anos, quando o organismo passa a produzir menos as substâncias responsáveis pela sustentação, firmeza e hidratação. Com isso, surgem as rugas e papadas na pele.

Porém, a flacidez é também resultado de hábitos pouco saudáveis e emagrecimentos agressivos e rápidos demais. Nesse caso, quando perde o peso, as fibras elásticas e colágenas perdem a capacidade de retração, o que torna a pele flácida.

Quando você engorda, as fibras são estiradas. Quando emagrece, o estiramento permanece e o que sobra é a superfície mole. Porém, para a sua sorte, há como evitar esse problema – aqui vão algumas dicas!

Evite as restrições calóricas

Dietas radicais não funcionam e ponto. Ao perder peso de forma rápida, você corre o risco da flacidez, pois o organismo não consegue produzir colágeno o suficiente nesse tempo. Dessa forma, a pele não vai se acomodando ao tecido e se torna mole.

Além disso, quando promove uma restrição calórica grande, você impede a produção das proteínas necessárias para a manutenção da firmeza da pele!

Estimule a produção do colágeno no processo de emagrecimento

Para lidar com a flacidez, é necessário promover a produção da principal substância que combate esse problema. O colágeno no processo de emagrecimento é importante por isso, pois já lida com a principal consequência de emagrecer.

E onde encontrá-lo? É possível estimular a sua produção através de alimentos como:

  • Gelatina;
  • Aveia;
  • Caldo de ossos;
  • Peixes.

Além disso, dá para trabalhar com a suplementação de colágeno no processo de emagrecimento. Contudo, que fique claro: a suplementação não deve ser sua fonte principal, apenas uma auxiliar na alimentação.

Beba água

Parece uma dica tão simples, mas muita gente falha mesmo é nas coisas simples. Ao beber água, você promove o funcionamento a todo vapor das células e faz com que a pele se mantenha lisa, viçosa e elástica.

Inclusive, se manter hidratado é importante para afastar o inchaço da barriga, que também contribui para a flacidez corporal.

Ponha em prática os exercícios para não ficar flácida

O principal motivo da flacidez na barriga é a falta de tonicidade, que é uma característica que pode ser obtida através da atividade física. Não faltam exercícios para não ficar flácida, mas é importante escolher os certos.

Muitos acreditam que exercícios cardiovasculares, como correr, pedalar e caminhar, vão contribuir para a tonicidade. Porém, para conseguir isso, você precisa manter ou criar a massa muscular magra.

Dessa forma, os exercícios para não ficar flácida são os de musculação, como adução, abdução, abdominais, supino, cadeira extensora, leg press, tríceps, etc.

Vá devagar no processo de emagrecimento

Isso já foi dito antes, mas é importante reforçar: o emagrecimento muito rápido é a certeza da flacidez na barriga. Segundo especialistas, não é recomendado eliminar mais de 450-900g do peso corporal por semana.

Ao se manter abaixo dessa faixa por semana, você garante a perda de peso e também que a pele vai acompanhar a redução. Além disso, você evita que a massa muscular também seja perdida no processo.

Realize a esfoliação da pele

Com uma escova de cerdas, é possível esfoliar a pele diariamente e estimular a circulação do sangue nela. Dessa maneira, os nutrientes essenciais demoram menos tempo para chegar até ela e promover o colágeno e a elasticidade.

Basicamente, você estimula a pele para que ela consiga acompanhar o ritmo do emagrecimento.

Outra forma de estimular é pelos movimentos de afloramento, que utilizam apenas da palma da mão e a polpa dos dedos. Nesse caso, é uma técnica que deve realizar semanalmente.

Evite os maus hábitos

É difícil evitar a flacidez corporal se mantém os maus hábitos durante o processo de emagrecimento. Sedentarismo, consumo de bebidas alcoólicas, tabagismo e alimentação inadequada ou irregular vão no caminho contrário do emagrecimento saudável.

Então, mesmo que consiga emagrecer, é quase certa a flacidez. Por isso, evite os maus hábitos!

Conclusão

Você não precisa lidar com a flacidez da pele, seja no rosto ou no resto do corpo, após o fim do processo de emagrecimento. Para evitar, deve trabalhar contra esse problema durante a perda de peso, de forma que a pele acompanhe o ritmo.

Dessa forma, emagrecer sem flacidez é um processo que pode (e deve) ser realizado junto de um profissional. Agende a sua consulta agora para montarmos uma alimentação que faça você ter os benefícios (emagrecer) sem os malefícios (flacidez)!

Fale comigo pelo Whatsapp!